Cinco dicas para investir no marketing digital

cinco dicas de marketing digital

Você já entendeu que precisa do marketing digital como aliado para impulsionar suas vendas e gerar relevância da sua marca. “Ok, mas por onde começar?”, você pode estar se perguntando. Não tema! A conversa de hoje é exatamente 5 dicas para começar a investir no marketing digital. Preparado? Vamos lá.

1. O marketing digital começa pela persona

Quando você vai vender algo, imagina para quem está vendendo? Ou então faz uma pesquisa de mercado? Isso é um ótimo começo. No marketing digital vamos um pouco além, com a persona.

A persona nada mais é do que um personagem, por assim dizer, que representa o comprador ideal da sua marca. É claro que você não pode imaginá-lo sem qualquer perspectiva. Por isso, é importante saber quem é que compra seu serviço ou produto. A partir daí, é possível desenhar uma persona.

“Tá, mas qual a diferença entre persona e público-alvo?”. Público-alvo são as pessoas, no geral, que podem vir a comprar, enquanto a persona é uma personagem específica, com hábitos, background. 

Para ficar claro, aí vai um exemplo de público alvo: gerentes entre 30 e 40 anos, trabalhadores de grandes empresas, com renda mensal em torno de R$5.0000,00.

Agora, uma persona: João Paulo, 36 anos, gerente de marketing, com família grande, gosta de consumir conteúdo online e faz compras na internet.

Deu para entender a diferença? Persona tem uma definição específica que vai te ajudar a aprofundar seu conhecimento sobre o público, entender o valor do seu serviço/produto para esse público, definir os canais de comunicação e definir as pautas de marketing de conteúdo- que nós já abordamos aqui a importância.

2. Construa sua presença online

Tendo sua persona definida, os próximos passos ficam mais fáceis. A começar pelos canais online: quais sua persona consome? Quais fazem sentido para o seu negócio? 

Você precisa, antes de tudo, conhecer e estudar esses canais. Facebook, blog, Instagram, site, Google, Twitter… a internet é cheia deles e cada um tem sua especificidade. Por isso, ao entender sua persona, você entende por quais canais e redes sociais ela vai navegar e te encontrar.

A partir daí, outra questão é a periodicidade de conteúdo online que você vai alimentar cada canal. Uma dica é estruturar um plano de estratégias, sempre levando em conta sua persona. O que você deseja alcançar em cada um desses canais? É preciso traçar um plano, bem estruturado, com o passo a passo para alcançar esses objetivos.

3. Marketing digital é inbound

Você já ouviu falar de inbound marketing? Nas mídias tradicionais, nos importamos muito em sermos vistos. Vamos até os possíveis clientes através de divulgação impressa, rádios, TV etc. Ou seja, é a empresa quem inicia a conversa.

Já no inbound, o que importa é ser encontrado. Vai do consumidor, com uma dor (uma necessidade que ele tem), para a empresa, que vai apresentar a solução desse problema. A conversa deve ser bidirecional, ou seja, empresa e cliente realizam uma troca, em que o cliente dá mais do que o dinheiro, mas sua fidelidade para empresa, que oferece mais do que um produto ou serviço, mas uma experiência.

Através de uma metodologia de ATRAÇÃO, CONVERSÃO, FECHAMENTO e ENCANTAMENTO, a persona passa por uma jornada junto à marca, que vai da tomada de consciência (“tenho um problema”) à decisão (“preciso tomar essa ação para resolver o meu problema”).

4. Marketing de conteúdo

É através do conteúdo on-line que você vai gerar atração de pessoas para sua marca. Por isso, é importante investir em conhecer muito bem os canais, ter ótimas técnicas de escrita persuasiva (copywriting) e conhecer muito bem sua marca. 

Alguns lugares que você pode investir em conteúdo são:

  • Blogs em seu site;
  • Redes sociais, como Facebook, Instagram e Youtube;
  • E-mail marketing.

5. Google e SEO

Antigamente a gente procurava informações nas famosas enciclopédias e nas páginas amarelas das listas telefônicas. Mas, ainda bem, isso ficou para trás com o surgimento do Google. Atualmente podemos pesquisar qualquer coisa na palma das nossas mãos. 

E você não vai querer ficar de fora da maior plataforma de buscas do mundo, né? Por isso, é importante que seu conteúdo seja amigável para o Google. “Como assim?”. Bem, o buscador tem maneiras diferenciadas de rankear um site. Sabe quando você busca por algo no Google e chega na página 2 ou 3 e desiste? Pois é. Nós queremos sempre o que está na primeira página. E você definitivamente quer que sua marca seja a solução da busca de alguém. 

Por isso, é importante que seu conteúdo esteja dentro dos padrões que o Google lê e usa para mostrar seu site ou blog como resposta para as buscas de alguém. Isso é feito através do SEO, ou Search Engine Optimization – Otimização para Mecanismos de Buscas. Com algumas técnicas, você deixa seu conteúdo super legível para o Google, tornando grandes suas chances de ser rankeado em primeiro lugar. Ou seja, é indispensável investir nisso.

Invista em quem entende de marketing digital

Pode parecer meio maçante, mas se você estiver ao lado de quem mais entende de marketing digital, você terá um grande aliado. Alô, estamos falando da Semeia! Com 10 anos de mercado, manjamos do que fazemos, afinal, todo dia investimos mais e mais nesse assunto. Chegou a hora de você investir também.


Contatos: (19) 3849-4812​ | (19) 99166-6732 | semeia@semeiapropaganda.com.br

Leia mais:
Site e Landing page são a mesma coisa?
Preciso de um Site bonito e funcional?
Como minha empresa pode usar o marketing digital?

E aí, Gostou?
Compartilhe esse conteúdo!

Share on linkedin
Share on facebook
Share on twitter
Share on email
Share on whatsapp